Os Índios que habitavam a região de Barreiras

Após o “descobrimento” por Cabral, e o início da colonização do Brasil – que, na verdade, foi uma invasão, as tribos que habitavam a região de Barreiras, BA eram os Acroás, Mocoás e Aricobés, nos vales, e os Xacriabás, nos cerrados. Estes últimos migraram para tribos congêneres no norte de Minas Gerais, onde a presença de Missionários lhes oferecia proteção, e onde até hoje ainda sobrevivem.

Quando os sábios alemães Spix e Martius, vindos ao Brasil entre 1817/20 com a comitiva da Princesa austríaca Dona Leopoldina, primeira esposa de D. Pedro I, passaram pela nossa região, noticiaram a existência dos Xacriabás, vivendo nos ”desertos”, como eles chamaram a área do cerrado, situada entre as nascentes do rio Gurguéia, no Piauí e as nascentes do rio Grande.

livroatravesba.png

Dos índios que habitavam a área do vale apenas sobreviveram os Aricobés, em Angical-BA, por terem recebido Missionários Franciscanos que os protegeram, garantiram a posse da terra e ensinaram a trabalhar na agricultura.

Mesmo depois que os Missionários foram embora o lugar continuou a ser chamado Missão de Aricobé, onde os índios viviam, apesar da perseguição dos fazendeiros, até 1933. Nessa data, com a ditadura de Getúlio Vargas, os fazendeiros conseguiram que o Interventor, Governador nomeado da Bahia mandasse a polícia de Barreiras atacar os índios, os quais, após enfrentar o combate até acabarem suas munições, conseguiram fugir para se abrigar junto a tribos indígenas em Goiás e Mato Grosso, liderados pelo seu pajé, Sebereba.

A imagem que ilustra este artigo foi feita pelos índios da Missão do Aricobé e é de se notar que a pessoa que aparece ajoelhada aos pés da santa (Nossa Senhora das Dores) tem claramente as feições indígenas.
Leia mais sobre a História de Barreiras:

46 ideias sobre “Os Índios que habitavam a região de Barreiras

  1. Gostei muito de saber um pouco mais da cidade de origem da minha familia, “missão do aricobé”, mas ainda existe uma pequena vila que se chama aricobé, fica depois de missao do aricobé ainda, grande parte da familia da minha mãe mora nesta vila, mas de qualquer forma gostei bastante destas informações, pois nem sabia que a origem do nome aricobé vinha de uma tribo indigena.

  2. sou da cidade de macaúbas,ba, e fiquei muito satisfeito em saber sobre o povoamento do município de angical,principalmente de missão do aricobé,localidade esta onde nasceu meu ÂVÔ SEBASTIÃO JORGE DEFENSOR,em 1866,e seus paisMARIA ROSA DE JESUS E IGNÁCIO JORGE DEFENSOR,pertencentes a família dos Angelicos.inclusive um fato que me chamou muito atenção é que ele dizia que seus pais eram muito religiosos e tementes a deus e o ele desde de garoto também foi muito religioso chegando a ser sacristão da igreja de macaúbas até a sua morte. creio que esta religiosidade tem muito a ver com a missão dos franciscanos em angical. tenho muita vontade de conhecer missão do aricobé em angical,uma vez que tive notícias que lá existe pessoas da família ¨”DEFENSOR”.caso seja possível,gostaria se alguém de angical ler esta minha mensagem e saber sobre esta família de missão do aricobé,peça para me escrever ou telefonar..seria um presente de deus, pois amo muito mhinha família e tenho paixão pelo meus avós.de coração, atenciosamente,HUGO AMADEU PIRES DEFENSOR rua dois de julho s/n,centro,46500-000-macaúbas-ba,telefone 77-99594523 e 77-36452166.

  3. Óla dorei saber um puco sobre a história de missão,estou muito contente sou de lá e minha familia também.
    Bom uma cidadezinha onde de tudo acontece, mas é uma injustiça o que fazem com ela, já deveria ter cido municipalizada, pois missão tem capacidade de andar com suas próprias pernas e deixar de denpender de angical.
    Vamos juntos fazer um pedido via net para que as autoridades muinipalize essa cidade, para que nós missãoences tenhamos orgulho dessa cidade e assim podendo ver a cidade de missão no mapa brasileiro.Que possa atrai empresas e instalar sua fabricas para ter geração de empregos e trablho para todos e que seus cidadões possam voltar a suas origens, pois lá é um lugar maravilhoso aonde tudo acontece só falta trabalho!!!!!!!!!!

  4. Sou também de Missões de Aricobe, mas hoje vivo em Goiânia , meus avós foram o pioneiros deste local e minha avó se chamava Odanilia Rosa de Jesus bate com o relato do Hugo e eu possuo o sobrenome Oliveira de Jesus talvez sejamos parente … tambem tenho curiosidade de saber mais sobre minhas origens ….

  5. adorei saber a historia de barreiras achei muito interessante.
    adoro essa cidade linda…
    moro nela ha 12 anos e a cada ano me surpriende, com sua belezas naturais…

  6. Muito interessante a história de Barreiras. Procuro quem tenha batistérios ou documentos antigos da família DEFENSOR.

    Andei pesquisando, e no site do Memorial do Imigrante do Estado de São Paulo, existe a passagem de uma pessoa chamada HORÁCIO DEFENSOR. Dirige-me até aquele Memorial para pegar detalhes e descobri que ele veio da Paraíba, que se hospedou naquele local no ano de 1.927, era agricultor e estava indo para a cidade de Duartina no interior paulista – provavelmente para trabalhar na lavoura cafeeira.

    Pesquisando mais a fundo, descobri que nas Filipinas existe uma grande quantidade de pessoas cujo sobrenome é DEFENSOR. (Caso tenham curiosidade, procure por Mike Defensor no site da Wikipedia).

    Também, há uma comunidade no orkut intitulada família Defensor, onde uma moça de Ilhéus postou que existe um documento naquela cidade que informa que na comitiva de Pero Vaz de Caminha naquela região, existia uma pessoa de sobrenome Defensor, mas não diz sua origem.

    Tenho pesquisado muito e está difícil. No site do Arquivo Nacional não há nenhum registro de imigrante de sobrenome Defensor. Sempre acreditei que fosse de origem portuguesa, mas nada consta. Recentemente, entrei em contato com a Torre do Tombo em Portugal solicitando informações.

    Em todo caso, caso alguém tenha qualquer batistério, registro civil, inventários, obituários etc antigos, especialmente referente a SEBASTIÃO JORGE DEFENSOR, MARIA ROSA DE JESUS, IGNÁCIO JORGE DEFENSOR E ELISA ALEXANDRIA PIRES DEFENSOR, por favor entre em contato pelo meu msn : faraasha_@hotmail.com

    ps: Quanto à família Alexandria, todos os registros que consultei remontam à origem italiana.
    Caso tenham curiosidade, entrem no site do Memorial Do Imigrante de São Paulo.

    No aguardo,
    Beijo a todos! Especialmente em Hugo Defensor, meu pai lido!!!

  7. Oi pessoal,

    Pesquisei o nome Defensor no site abaixo que é da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (mormons) e encontrei o registro de muitos Defensor nas Filipinas, Estados Unidos e o único da Bahia é de Rosa Cândida Defensor (a tia Rosinha), onde contam os nomes de seus pais e respectivas datas de nascimento e casamento, bem como o ano de nascimento e falecimento de tia Rosinha. O link é o abaixo. Até mais!

    http://www.familysearch.org/eng/search/frameset_search.asp?PAGE=/eng/search/ancestorsearchresults.asp

  8. Querida Ignez, as informações que voce compartilha conosco são muito importantes para valorizarmos as lutas de culturas que foram oprimidas pelo processo de colonização ocorrido em nosso país.
    Tem um carater informativo e ao mesmo tempo reflexivo, pois nos possibilita pensar sobre Missóes do Aricobé na atualidade, em suas potencialidades e seus limites.
    Tive o prazer de lecionar para uma Turma de graduação em Pedagogia e orientar monografia de estudantes de Missôes e asseguro que são pessoas da maior capacidade, seriedade e dedicação…Um abraço…e vamos aprofundar nossaas pesquisas na região…Gerson Argolo

  9. olá pessoal, se estiver alguns parentes ou que, possa ser meu parente por favor entre em contato comigo pelo o fone (18) 8112 0865, meu bisavo se chamava jéca alexandre de jesus e, seu apelido era siquinha, e minha avó é analia de jesus moreira, e meu avo era cevero dias moreira, todos de missão do aricobé bahia, eu também sou de la mais moro em são paulo á 13 anos, qual quer imformação ficarei muito grato.

  10. Olá pessoal pois estou a procura de parentes
    na região de barreiras e sumido na bahia, só para descobrir as origens da minha Familia e entrar em contado, pois a única noticia que temos é que o tio do meu Pai com o nome de Leandro Oliveira era de Barreiras, e o pai do Leandro chamava-se Geraldo Oliveira, O Geraldo já é falecido mas o Leandro Hoje deve estar com uns 70 ou 80 anos, se vc souber ou tiver alguma noticia com familias de alguma dessas pessoas, favor entre em contato comigo.
    Desde já agradeço

  11. eu tambem gostaria de saber mais sobre a origem dessa familia DEFENSOR, o meu avô que tbm tem o mesmo nome JORGE RODRIGUES DEFENSOR, morou na região de Simplicio Mendes-Piauí que fazia parte do municipio de Oeiras ex-primeira capital do piauí.

    quem souber qualquer informação a respeito da origem dessa familia mim mande um email eu ficaria muito grato: jorgedefensor1@hotmail.com

  12. Minha nasceu na Fazenda Riachão na Missão do Aricobé com a parteira Dona Neguinha.

    Alguem tem mais noticias destes lugares e pessoas?

    Sou médico em São Paulo e ficamos muito distantes de nossas origens, gostariamos de reatar os laços!!

    Forte Abraço,

    Cesar Camara

  13. Oi Pessoal,
    Feliz 2011!!!

    Entrei em contato com um amigo meu de Portugal, Artur, e ele conhece algumas pessoas de sobrenome DEFENSOR; segundo meu amigo, com grande certeza a família DEFENSOR tem origem judaica e, como tantas outras, fugiram da perseguição da inquisição.

    Assim que eu conseguir contato com nossos familiares portugueses, informo a vcs.

    Abraços!!!

    Pai, saudades de vc… bjos!!!!!

  14. ola meu pai era de misao aricobé bahia 28 ano meu pai vem em bora de lá nao tenho contato com niguem nome de meu pai chama valmiro petronilio de jesus ele já faleceu o meu avo filepe petronilio de jesus e minha avo era agelica rita de jesus minha mae morra em porangatu goias nome dela e maria candida de jesus e eu morro em sete quedas mato grosso do sul fone 67 99972615

  15. Olá, minha avó materna era pertecente de uma tribo indigena de Missão de Aricobé, infelizmente ela veio falecer no dia 06/01/2011, morava há anos em Mansidão-BA, seu nome era Raimunda Francelina da Silva. Bom não conheci nenhum parente dela, sei que tinha irmãos, inclusive um (ou uma) deles(as), é residente de Goiania. Gostaria muito de conhecer essa parte da família.

  16. PESSOAL, ESTA É A CÓPIA DO EMAIL QUE ENVIEI PARA O CAMANDANTE FEIJÓ, DE PORTUGAL, A RESPEITO DA FAMÍLIA DEFENSOR…

    Prezado Sr. Feijó,

    Como vais?
    Vosso contato foi-me passado pelo Sr.Mendo Henriques. Permita que me apresente: meu nome é Ana Paula, sou brasileira, e busco familiares em terras lusitanas.

    Comentei com o Sr. Mendo que estou a procurar pessoas com o nome de família DEFENSOR, para pesquisa da árvore genealógica de minha família.

    Pois, o Sr. Mendo me informou que o senhor tem amigos cujo nome de família é DEFENSOR, e que poderia me ajudar a ter contato com eles. Apreciaria muitíssimo se pudesse me ajudar passando o meu contato para essas pessoas, seja por e-mail ou mediante a minha página no Facebook –
    facebook.com/Paula.HaZebed

    Agradeço pela atenção em ler este email.
    Peço-lhe desculpas por tê-lo incomodado e gasto o vosso tempo.

    Tenha uma boa semana.

    No aguardo,

    Cordialmente,

    Ana Paula

    RESPOSTA DO SENHOR FEIJÓ:

    Minha Senhora

    Apresso-me em responder-lhe para lhe dizer que efectivamente tenho um amigo cujo nome é Defensor Moura. É de Viana do Castelo e foi, durante muitos anos o Presidente da Câmara daquela cidade do Alto-Minho. É médico. Actualmente é deputado à Assembleia da República pelo Partido Socialista. Foi candidato a Presidente da República nas últimas eleições, tendo sido derrotado.
    Vou saber o seu endereço que depois tenho o gosto de lhe enviar.
    Com os melhores cumprimentos
    António Feijó

    No dia 13 de Fevereiro de 2011 18:43, Ana Paula escreveu:
    Prezado Sr. Feijó,

  17. Prezada Ana Paula,

    Eu já havia pesquisado sobre o Defensor Moura, candidato à presidência de Portugal. Não achei nenhum parentesco dele com o sobrenome Defensor. Aliás, já havia me certificado que eles não usam o Defensor como sobrenome, e sim, como primeiro nome. Há vários em Portugal chamados de Defensor, mas com outros sobrenomes.

    Aqui no Brasil, os de sobrenome Defensor que encontrei são originários do Piauí, Paraíba e da localidade de Cantagalo-RJ, estes com ancestral indígena de aldeia Puri. O resto, são descendentes destes e espalhados por todo o Brasil. Em Barreiras, temos vários parentes, do ramo Defensor Sant’ana.

    Achei vários registros de pessoas com nosso sobrenome, por exemplo, na Colonia de Sta Isabel, em SC, há o registro de casamento de Luis Lourenço Junkers, de 1856, casado com Deolina Maria Defensor (?) e nesta localidade de predominância alemã, foram levados vários portugueses das ilhas de madeira e açores para povoamento. Essa Deolinda pode ter vindo de lá.

    Nas Filipinas, então, existem uma gde quantidade de pessoas com esse sobrenome. Por acaso, meu sobrenome é Defensor Moura, mas nada tenho a ver com o político em questão.

    Aliás, Ana Paula, seu avô é meu tio, e o Hugo, seu pai, meu primo. Saudações!

  18. olá Rinaldo, seus avós naverdade são meus bisavós, adonilia rosa de jasus é minha bisavó, gostaria muito de manter contatos com vocês, meu fone é (18) 91540976 abraços.

  19. eu gostaria de saber mais sobre minha familia por parte do meu pai, meu avo tinha o nome de joão marques do nascimento ele era muito conhecido por te origem da familia medeiros, todos com a origens de missão do aricobé municipio de angical ba. meu fone (18) 91540976.

  20. OLA GOSTEI DE LER SOBRE O ASSUNTO DESTE SITE E GOSTARIA DE DIZER QUE NASCI EM MISSÃO DE ARICOBE MEU AVÓ PATERNOS TINHA TRAÇOS INDIGENA MORAVA EM ARICOBÉ MEU BISAVO ERA INDIO MEU AVÓ SE CHAMAVA FRANCISCO SELESTRINO DE SALES,
    MORO EM PEREIRA BARRETO SP MEU TELEFONE 18 9147-8818/ 18 3704-2553

  21. Olá, Maria Eugenia!
    Minha mãe, irmã de Hugo Defensor, tb sua prima, confirma o seu relato sobre a origem da família Defensor, ela ainda me contou que o avó dela , Sebastião Jorge Defensor, era filho de uma índia, que veio de Missão de Aricobé. Minha mãe chama-se Mª Jesuina Pires Defensor Vaz e ficou contente por saber de sua existência.
    Abraço, aproveito o momento para desejar-lhe Feliz Páscoa!

  22. Olá, Maria Eugenia!
    Minha mãe, irmã de Hugo Defensor, tb sua prima, confirma o seu relato sobre a origem da família Defensor, ela ainda me contou que o avó dela , Sebastião Jorge Defensor, era filho de uma índia, que veio de Missão de Aricobé para Macaúbas. Minha mãe chama-se Mª Jesuina Pires Defensor Vaz e ficou contente por saber de sua existência.
    Abraço, aproveito o momento para desejar-lhe Feliz Páscoa!

  23. É um milagre até ver pessoas se encontrando e se reconhecendo como parentas, com ancestrais comuns provenientes da Missão do Aricobé! Pena é que, durante a ditadura de Getúlio Vargas, na década de 1930, os índios Aricobés tenham sido atacados por forças policiais da Bahia e precisaram de fugir e se exilar em Goiás, para não morrer. Foram demolidas a casa da Missão, a Igreja, enfim, tudo que remontasse aos índios e seus catequizadores franciscanos. As informações mais precisas que tenho, são obtidas através de uma senhora que tinha dez anos na época da invasão, era filha de uma índia casada com um branco, seu pai fugiu para oitro lugar, na Bahia, até passar o perigo, depois retornou e vendeu a terra que tinha próxima à missão.

  24. Olá, Geysa, fiquei um tempo sem acessar este site e porisso não havia visto seu comentário.
    Se vc acessar minha página do orkut, verá mtas fotos de nossos familiares nos meus álbuns.
    Caso vc tenha endereço no orkut, poderíamos nos contactar sempre.
    meu endereço é genadefensor@gmail.com
    Acho que me lembro de tê-la visto em filmagens do primo Alberico, de Minas, quando ele esteve em Salvador. Ele tbem filmou a turma de Macaúbas, inclusive o tio Basilio e a tia Ana e uma turma bem grande, dos quais não me lembro os nomes.
    Seria um prazer mto grande nos aproximarmos!

    Um agradecimento especia à Ignez Pitta, cuja obra se ramifica em outros bens às pessoas que procuram informações sobre estes lugares e pessoas que lá habitaram, seja por curiosidade ou à procura de suas raízes. Acho tdo mto interessante e útil.

    Um abraço às duas!!!

  25. Figura histórica da Missão de Aricobé:

    Conforme genealogia de Nha Chica, mineira de Baependi, em processo de beatificação em Roma,
    ela era filha de uma escrava de nome Isabel, libertada por Chica da Silva, e do índio Seberê, da Missão de Aricobé, que fugiu de lá, perseguido por fazendeiros que lhe tomaram as terras.
    Foi viver em Minas, onde conheceu Isabel e conceberam Nha chica (francisca de Paula jesus), nascida em 1810. Ainda fugindo, Seberê conheceu Tiradentes e, mais tarde, continuou a fuga perseguido desta vez como inconfidente. Isabel e a filha nunca mais o reencontraram, e qdo ela faleceu, a filha dedicou sua vida a ajudar as pessoas, tanto que nunca se casou para se dedicar mais ao SENHOR e à N.S. da Conceição, sua santa de devoção.
    Há vários sites informano sobre a vida e obra de Nha Chica, provavelmente a primeira santa brasileira.

  26. correção:

    Houve um lapso de tempo na vida fugitiva de Seberê, pois tendo ele conhecido Tiradentes, e este sendo enforcado em 1792, isso aconteceu antes dele ter tido a filha. Vou verificar melhor estas datas, pode ter havido uma inversão nas informações, depois informo.

  27. Retificando:

    Seberê fugiu da Bahia e foi viver em Vila Rica-MG, como aprendiz de escultor. Mais tarde conheceu Tiradentes e qdo este foi enforcado e os inconfidentes perseguidos, fugiu novamente com destino a Caxambu. Durante esta jornada de fuga, Isabel engravidou. Com a dificuldade de continuarem jtos na fuga, elas ficaram em São João Del Rei e Seberê continuou sua jornada. Passados 10 anos sem que ele retornasse, sairam de São João Del Rei para procurarem-no, mas nunca se reencontraram.
    Elas ficaram em Baependi, onde Isabel morreu e Nha Chica passou a viver.
    Desculpem minha confusão, há mto tempo eu havia lido esta história e não me recordei dos detalhes
    cronológicos.
    Um abraço a tdos!

  28. nasci em missão de aricobé e minha familha e toda de lá mas morro em barreiras há 40 anos e minha mãe nasceu em aricobé e meu pai e de missão da familia pestana e mãe da familia silveira mas quase toda a população de missão são meus parentes principalmente tavares da camara, oliveira, souza,ferreira,vilas bôas e outros e minhas origems eu já pesquisei e de portugal tanto o silveira quanto o pestana deixo aqui meus comentarios.

  29. Gostei deste sitio e fico enusiasmado com as informações sobre a região e as histórias das famílias e seus reencontros. Procuro informações sobre os familiares de meu pai, Antonio Avelino dos Santos, nacido em Missão de Aricobé, segundo ele, saiu de Aricobé em 1953. Meus avós, já falecidos, se chamam Francisco Avelino dos Santos e Leonilda Pereira da Silva. Se alguém conhecer algum Avelino dessa região, entre em contato por e-mail joao.avelino@ufms.br.

  30. olha pessoal meu finado avõ e dessa regiao de barreiras e minha mae nunca conheceu seus parentes,gostaria de rceber notivias da familia,o nome do meu avõ era Jose Soares de Lima.quem souber algumas noticias dessa familia sobrenome soares de lima entre em contato.

  31. Fiquei muito satisfeito com o site que esta cheio de conhecimento da nossa regiao, do qual podemos extrair a verdade de historias que nossos avos nos falavam. Porque nao fala de Buritirama, xique-xique, morro para, muquem do sao francisco, distrito da turrinha que fica a margem direita do sao francisco. valeu

  32. Prezados Amigos
    Fico emocionada com os encontros, triste pelos desencontros. Sei que próximo a Missão de Aricobé existe Riachão de Aricobé e Aricobé.
    O índio Sebereba teve que fugir, levando sua tribo para Goiás, em meados da década de 1930. Anos depois alguns índios voltaram a Missão para visitar amigos e informaram que Sebereba havia viajado para Mato Grosso.
    Conheço, naturais de Riachão de Aricobé, pessoas da família de Jesus Escobar. Sei que que, entre Missão e Cristópolis, há uma família de Deus Rochedo.
    Procurei informações antigas sobre Missão de Aricobé no Convento de São Francisco, em Salvador e eles têm tudo sobre a missão, como o nome de todos os Freis Franciscanso que ali serviram. Têm até, de 1739, um inventário dos bens da missão.
    Repito que me emocionei vendo tantas pessoas filhas de Missão de Aricobé se comunicando com o site!
    Abraços a todos,
    Ignez

  33. sou de macaubás mas moro em salvador gostaria muito em ter contato com minha familia sou neta basilio pires defensor gostaria muito de ter contato com todos da familia meu telefone e 071. 88370984 sou filha de ele pires defensor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>